Autor: Thomson, Thomas Richard Heywood
Título: The Brazilian Slave Trade and its Remedy, shewing the futility of repressive force measures. Also, how Africa and our West Indian Colonies may be mutually benefited
Editor: London: John Milrea, Simpkin and Marshall, Houlston and Stoneman
Data do documento: 1850
Descrição Física: 86 p.
Resumo: Composto por um médico que servira a marinha britânica, esse panfleto se insere nos debates ingleses do final da década de 1840 sobre a eficácia da política antitráfico baseada na repressão marítima. Após alguns anos no Brasil e na África, onde participou da famosa expedição abolicionista ao Rio Níger (1841-1842), Thomson rejeita o sistema repressivo usando argumentos próximos dos esposados por políticos brasileiros (Grã-Bretanha fora a maior nação traficante do planeta, outros países precisariam de civilização semelhante à sua para suprimir o contrabando, o trabalho do negro era imprescindível ao desenvolvimento do Brasil, a emancipação do Caribe britânico resultara em fracasso econômico). Ao final, propõe um acordo anglo-brasileiro que regule o transporte de colonos africanos, sob a promessa de se abolir o cativeiro no Império em futuro não muito distante. Os debates públicos sobre o cruzeiro britânico, como o de que fez parte esse panfleto, influiu nos cálculos dos políticos brasileiros interessados na continuação do contrabando.
Tipo: Livro
Idioma: Inglês
Direitos: Domínio público
Palavras-chave: Escravidão - Séc. XIX - Brasil
Escravos - Brasil
Comércio negreiro - Brasil
Aparece nas coleções:Livros

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
019218_COMPLETO.pdf3,12 MBAdobe PDFDownload