Navegando por Assunto POESIA

Ir para: 0-9 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
ou entre com as primeiras letras:  
Mostrando resultados 1 a 20 de 90  Próximo >
Pré-visualizaçãoData do documentoTítuloAutor(es)
1839A Cameleida ou A Congregação dos Lentes de Olinda. Poèma heroi-comico-satyrico, poèma heroi-comico-satyrico. Obra posthuma do Dalai-Lama do Japão-
janeiro de 1975A casaMorais, Vinicius de
1847A Festa de BaldoMacedo, Alvaro Teixeira de
1856-1857A Saudade, jornal do gremio litterario portuguezPinheiro, Bernardino, 1837-1896
1885-1888; 1893-1894A Semana (v.1, 1885)Magalhães, Valentim, 1859-1903
1885-1888; 1893-1894A Semana (v.2, 1886)Magalhães, Valentim, 1859-1903
1885-1888; 1893-1894A Semana (v.3, 1887)Magalhães, Valentim, 1859-1903
1885-1888; 1893-1894A Semana (v.4, 1893-1894)Magalhães, Valentim, 1859-1903
1893A vida na roça, por Canuto, o Matuto (Versos antigos e modernos do auctorTavares, Luís D. Juvenal
1908Albatrozes, poesiasVieira, Damasceno
[1914][Almanaque Litterário]-
[1960]Antologia poéticaMorais, Vinícius de
MDCCC [1800]Ao serenissimo, piissimo, felicissimo, Principe Regente de Portugal, D. João, ornament. prim., esperança, e estabilidade do Brasil, e protector eximio das letras, Canto Heroico sobre as façanh. dos portuguezes na expedição de Tripoli. Em testemunho de vassalagem, profundo acatamento, e gratidão, mui respeitosa, e humildemente D.O.C., por José Francisco Cardoso, Professor Regio de Grammatica Latina na Cidade da Bahia e della natural; traduzido por Manoel Maria de Barbosa du BocageCardoso, José Francisco; Bocage, Manuel Maria de Barbosa du, trad
MDCCC [1800]Ao serenissimo, piissimo, felicissimo, Principe Regente de Portugal, D. João, ornament. prim., esperança, e estabilidade do Brasil, e protector eximio das letras, Canto Heroico sobre as façanh. dos portuguezes na expedição de Tripoli. Em testemunho de vassalagem, profundo acatamento, e gratidão, mui respeitosa, e humildemente D.O.C., por José Francisco Cardoso, Professor Regio de Grammatica Latina na Cidade da Bahia e della natural; traduzido por Manoel Maria de Barbosa du BocageCardoso, José Francisco; Bocage, Manuel Maria de Barbosa du, trad
1785Apoteosis poetica [...]Alvarenga, Silva, 1749-1814
1812Appollo, e Muzas, Canto peninsular, offerecido ás tres nações felizmente combinadas. Ingleza, hespanhola e portuguezaCamara, José Manuel da
1914A arte de fazer versos : com um diccionario de rimas ricasDuque-Estrada, Osório, 1870-1927; Oliveira, Alberto de, 1857-1937 (pref.)
1816As cantatas de João Baptista Rousseau, traduzidas em verso Portuguez pêlo Dr. António José de Lima LeitãoRousseau, Jean-Baptiste, 1670-1741; Lima Leitão, António José de
1843Á Sua Alteza Imperial, a Serenissima Senhora Princeza D. Francisca Carolina, e a Sua Alteza Real o Serenissimo Senhor Principe de Joinville, por occasião de Seo Faustissimo Consorcio e proxima partida. Respeitoso cumprimento pelo Conego Manoel Antonio da SilvaSilva, Manuel Antônio da
[18-?]Bouquet a memoria de D. Pedro I fundador do Imperio do Brazil offerecido ao magnanimo e sabio monarcha o senhor D. Pedro II por hum guarda de honra no dia 25 de março de 1862-