Autor: Silva, Antônio de Morais, 1755-1824
Bluteau, Rafael, 1638-1734
Título: Diccionario da lingua portugueza composto pelo padre D. Rafael Bluteau, reformado, e accrescentado por Antonio de Moraes Silva natural do Rio de Janeiro (Volume 2: L - Z)
Título alternativo: [Dicionário da língua portuguesa composto pelo padre D. Rafael Bluteau, reformado, e acrescentado por Antonio de Moraes Silva natural do Rio de Janeiro]
Editor: Lisboa : Na Officina de Simão Thaddeo Ferreira
Data do documento: 1789
Descrição Física: 2 v., v. 2: 541 p.
Descrição: Com licença da Real Mesa da Comissão Geral, sobre o Exame, e Censura dos Livros
Resumo: O Dicionário de Antonio Moraes Silva é a primeira sistematização moderna do léxico da língua, modelo e exemplo para todos os seguintes, o "Morais" foi sinônimo de dicionário para inúmeras gerações de portugueses e brasileiros. Embora o Dicionário de 1789 seja apresentado como uma versão "reformada" e "acrescentada" do Vocabulário Portuguez e Latino de 1712 de Rafael Bluteau, a diferença entre os dois é substantiva. Segundo o levantamento minucioso de Telmo Verdelho, o Dicionário de 1789 extirpa do Vocabulário Portuguez e Latino de 1712 seu caráter enciclopédico, pela retirada de 16.000 entradas de referência histórica ou onomástica. A reestruturação é radical: a obra de 1789 corresponde a apenas 30% do volume do Vocabulário Portuguez e Latino completo, e aproveita não mais que 5% de suas entradas. Por outro lado, o Dicionário de 1789 apresenta acréscimos significativos em relação à obra anterior: além de se terem adicionado 22.000 novas entradas, as grafias foram cuidadosamente regularizadas, as definições simplificadas, as informações gramaticais sistematizadas.
Tipo: Dicionário
Vinculado com: bbm/5412
Idioma: Português
Direitos: Domínio público
Palavras-chave: Língua portuguesa - Dicionários
Aparece nas coleções:Dicionários

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
002992-2_COMPLETO.pdf46,24 MBAdobe PDFDownload