Autor: Nabuco, Joaquim, 1849-1910
Título: O erro do Imperador
Local de Publicação: Rio de Janeiro
Editor: Typ. de G. Leuzinger & Filhos
Data do documento: 1886
Descrição Física: ii, 75p., 1p.s.n. : 21 x 13,7 cm
Conteúdo: O erro do Imperador, p.1-28; O eclypse do abolicionismo, por Joaquim Nabuco, p.29-44; Eleições liberaes e eleições conservadoras, por Joaquim Nabuco, p.45-60; Escravos: Versos francezes a Epicteto, por Joaquim Nabuco, p.61-75.
Resumo: Apesar de consagrado nas urnas, Nabuco viu-se sem mandato em 1885, com a ascensão de um gabinete do Partido Conservador. Continuou então a campanha abolicionista na imprensa e na sequência de panfletos Propaganda Liberal - série para o povo, que traziam em anexo um Registro Político, embrião do jornal abolicionista que pretendia lançar e para o qual achou nome (O Século, órgão liberal democrático), mas não fundos. O Erro do Imperador, de fevereiro de 1886, foi o primeiro panfleto dessa série. Nabuco aí responsabilizava D.Pedro II pela queda do gabinete liberal de Manuel de Souza Dantas e do programa abolicionista gradual e pela ascensão ao poder da ala do Partido Conservador contrária às reformas. Nabuco exortava o Imperador a usar suas prerrogativas de poder moderador para apressar a abolição. (Texto elaborado pela Profa. Dra. Angela Alonso)
Tipo: Livro
Idioma: Português
Direitos: Domínio público
Palavras-chave: Política e governo - Séc. XIX - Brasil
Segundo Reinado (1840-1889)
História do Brasil
Aparece nas coleções:Livros

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
45000008746_Output.o.pdf2,18 MBAdobe PDFDownload